Diário da Serra

OCIOSOS - Saúde fechará leitos de UTI Covid em Tangará da Serra

Redação DS / Serra FM 21/09/2021 Saúde

Medida leva em consideração a redução na taxa de ocupação dos leitos

Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Tangará da Serra pretende fechar em outubro 10 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) que são utilizados exclusivamente para o tratamento de pacientes com Covid-19.

A informação foi prestada pela secretária municipal de saúde, Gicelly Zanatta a Rádio Serra FM, ao informar que os leitos serão desativados a pedido da própria Secretaria de Saúde, uma vez que cerca de 50% estão ociosos.

“A gente percebe que o Estado já notificou alguns municípios para a redução do número de leitos de UTI, com esse cofinanciamento, e diante da questão de que a gente não tem uma ocupação maior que 50% já há alguns dias, estamos procedendo com a solicitação de redução desses leitos. Então agora em outubro vamos ter a redução de 20 para 10 leitos de UTI, para que aqueles pacientes que precisem, a gente continue prestando o atendimento necessário”, explica a responsável.

No Município, de acordo com o Boletim Epidemiológico desta segunda-feira, dia 20, os leitos de UTI pública seguem com baixa ocupação. Dos 20 leitos cadastrados, somente cinco estavam sendo ocupados. Desses, três são pacientes de Tangará da Serra.
 

SITUAÇÃO MT

A Secretaria Estadual de Saúde notificou na última semana cinco municípios de Mato Grosso sobre o bloqueio e suspensão do cofinanciamento de um total de 100 leitos de UTI Covid-19. A medida levou em consideração a redução na taxa de ocupação dos leitos de internação de pacientes em tratamento do coronavírus.

Conforme notificação, enviada às Secretarias Municipais de Saúde no dia 10 de setembro, foram bloqueados e suspensos o cofinanciamento estadual ao custeio de 10 leitos de UTI do Hospital Santa Casa de Rondonópolis; 10 leitos de UTI do Hospital Santa Rita, em Alta Floresta; 15 leitos de UTI do Hospital Regional de Nova Mutum; 5 leitos de UTI do Hospital Coração de Jesus, em Campo Verde, e 60 leitos de UTI do Hospital São Benedito, em Cuiabá.

Notícias da editoria