Diário da Serra

Número de MEI cresceu quase 8% em Tangará da Serra

Rodrigo Soares / Redação DS 09/01/2020 Geral

Durante o ano de 2019, foram realizadas 297 formalizações e reativações

Número de MEI cresceu também em geral no Estado

Tangará da Serra registrou um crescimento de 7,73% no número de microempreendedores individuais (MEI) durante o ano de 2019. Neste período, foram realizadas 297 formalizações e reativações da modalidade.


De acordo com informações do secretário municipal de Indústria, Comércio e Serviços, Wellington Bezerra, no início de 2019 existiam 3.838 microempreendedores individuais, finalizando o ano passado com 4135 cadastrados. “Acredito que foi uma maneira das pessoas se regularizarem perante suas atividades, por isso esse aumento”, comentou o secretário ao Diário da Serra, destacando que o microempreendedor entra na formalidade para estar de acordo com as regras de prestador de serviço ou, ainda,  para desenvolver atividades individuais de forma legalizada. “Existe empresas hoje em nosso município que para prestar serviços, precisa estar juridicamente composta para emitirem nota fiscal, por exemplo, como os terceirizados”, relatou o responsável.


Assim como Tangará da Serra, a estatística geral em Mato Grosso também é positiva. Conforme dados do Portal do Empreendedor do Governo Federal, o Estado registrou um crescimento de 17,63% no número de MEI em 2019 ante o ano anterior. No Estado, o índice de crescimento de MEI também foi superior ao de micro empresa e empresa de pequeno porte (ME e EPP), cuja elevação foi de 7,69 % em 2019 com relação a 2018. Durante o ano passado, foram registradas na Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat) 12.654 empresas, enquanto no ano anterior esse número foi de 11.750.


Vale destacar que MEI é uma modalidade de empresa em que o empresário trabalha sozinho ou tem no máximo um empregado, é registrado como pequeno empresário e tem faturamento anual de R$ 81 mil, ou R$ 6.750 mensais. Pagando em dia o MEI, o microempreendedor garante benefícios como aposentadoria por idade, auxílio doença e salário-maternidade.
 

Notícias da editoria